SKIP TO CONTENT

CITROËN : 100 ANOS DE AUDÁCIA E INOVAÇÕES

PATRIMÓNIO CITROËN

Desde 1919, a marca Citroën mostra uma ousadia e uma ligação às pessoas que nunca foi negado ao longo da sua história.

Com a sua herança quase centenária de mais de 300 modelos, alguns dos quais marcaram para sempre a indústria automóvel, a Citroën está gravada no coração de cada francês.

É nesta epopeia histórica, iniciada pelo gênio visionário de André Citroën, que o convidamos a mergulhar.

A ORIGEM DO LOGO 

Durante uma viagem à Polônia em 1900, André Citroën descobriu o processo, novo na época, das engrenagens metálicas. Um dos sistemas utiliza caibros. Engenheiro e politécnico, o futuro fundador da Citroën comprou a licença e adaptou-a às suas fábricas francesas. Ele então optou por fazer do duplo chevron o emblema da sua primeira empresa.

100 ANOS DE HISTÓRIA

1919 ANDRÉ CITROËN
Audácia. Criatividade. Tecnologia. Três palavras que ilustram a visão do pioneiro da indústria automóvel André Citroën. A grande aventura Citroën começou em 1919, com o lançamento do Citroën Type A. 
1921-1922 PUBLICIDADE NO CÉU DE PARIS
Em 1921, a Citroën apresentou o segundo modelo da sua gama: o B2. Depois vem a vez do Citroën 5HP no Salão Automóvel de Paris. Por ocasião da abertura deste espetáculo, um avião escreve Citroën no céu da capital. 
1922-1924 TRAVESSIA NO SAARA E ÁFRICA
Para demonstrar a confiabilidade de seus veículos, André Citroën decidiu lançar o seu B2 10HP em 1992 para atravessar o deserto do Saara. Com a força do sucesso da travessia do Saara, ele organizou o Cruzeiro Negro dois anos depois, que atravessou todo o continente africano de norte a sul. 
1925 A CITROËN ILUMINA A TORRE EIFFEL
De 1925 a 1934, André Citroën teve uma ideia brilhante: colocar a sua Marca na Torre Eiffel em letras luminosas de notoriedade internacional. Em cada ano, os padrões evoluiam, sendo de cada vez criado um evento para o momento. 
1926-1930 CITROËN B14, C6 1 E C4
Em 1926, a Citroën apresentou o seu B14, um veículo de mercado de massas tratado como um veículo de luxo. O sucesso está a caminho. Três anos depois, foi lançado o C6 1, o primeiro veículo utilitário francês rápido. E em 1930, surgiu o C4 comercial, equipado com bancos removíveis e porta traseira em 2 partes. 
1931 CRUZEIRO AMARELO NA ÁSIA
Cinco anos após o Cruzeiro Negro, a Citroën cruza o continente asiático de Beirute a Pequim. Chamado de “Citroën Center-Asia Expedition”, o Cruzeiro Amarelo pretende provar ao mundo inteiro as qualidades técnicas dos veículos. 
1932-1934 CITROËN ROSALIE E TRAÇÃO DIANTEIRA
Mesmo antes do Salão Automóvel de Paris de 1932 abrir as suas portas, a última criação das fábricas Citroën, oferecida em 8, 10 e 15 CV, gozava de uma aura excecional. Apelidado de "Rosalie", já quebrava todos os recordes de velocidade no autódromo de Linas-Montlhéry. Em 1934, uma nova revolução veio com o Traction Avant, assim chamado por causa de sua tração dianteira. 
1935 CITROËN EM DIFICULDADE
O lançamento do Traction Avant infelizmente não impediu que a empresa passasse por dificuldades financeiras. No final de 1934, para evitar o colapso da marca, a Michelin comprou a Citroën. Em 3 de julho de 1935, André Citroën faleceu. Pierre Boulanger, em seguida, assumiu a marca com o duplo chevron. 
1936-1939 TRACTION AVANT 15-SIX E TUB
Em 1938, a família Traction Avant cresceu com o 15-Six. Confortável e rápido, é apelidado de "A Rainha da Estrada". No ano seguinte, a TUB foi conduzida aos profissionais com uma grande novidade: a sua porta de carregamento lateral deslizante. 
RECONSTRUÇÃO DA FÁBRICA CITROËN DE JAVEL
Durante a Segunda Guerra Mundial, a fábrica de Javel parou devido a um bombardeio devastador. A partir de 1945, a fábrica foi reconstruída. Em 1946, no desfile de outubro, a Citroën apresentou 3 novos modelos: Berlina 11, 11 ligeiro e 15-sixG. No evento também é a primeira apresentação do Type H, que sucede ao TUB. 
1948-1950 APRESENTAÇÃO DO 2 CV
O 2 CV é finalmente apresentado ao público no salão de Paris. Esta nova abordagem ao transporte individual será produzido em mais de 5 milhões de exemplares até 1990. Em 1950, surge a versão carrinha, com 250 kg de carga útil, velocidade de 60 km/h e consumo de 5 L/ 100 km. 
1955-1958 DS E CITROËN ID 19
Em 1955, a Citroën apresentou o DS no Salão Automóvel de Paris. Idealizado por Flaminio Bertoni, o veículo é uma revolução aerodinâmica e estética. Em 1958, o ID 19 venceu o rali de Monte-Carlo. Foi na sequência desta vitória que a Citroën decidiu participar no automobilismo de estrada. 
1960-1969 CITROËN AMI 6, DYANE E MÉHARI
Em 1960, o Ami 6 foi lançado no mesmo dia em toda a Europa. Em 1967, o Dyane assumiu a mecânica do 2 CV mas com a modularidade de uma carrinha. E em 1968, o Méhari quebrou novamente os códigos e padrões. Em todas as estradas e para todas as utilizações, este veículo com carroçaria de plástico tornou-se o ícone do seu tempo. 
1970-1974 CITROËN SM, GS E CX
Luxuoso e desportivo, o SM lançado em 1970 aprimora as inovações do DS. No mesmo ano, o GS distinguiu-se com a sua carroçaria mais aerodinâmica do mercado. Em 1974, o CX apresentou a síntese da pesquisa da Marca. As suas suspensões hidropneumáticas e o seu painel futurista marcarão o carro. 
1976-1978 CITROËN LN, LNA E VISA
1976 é o ano da primeira apresentação da carrinha CX, depois da LN, no Salão Automóvel de Paris. O LN responde ao choque do óleo: oferece o menor motor da linha. Em 1978, a Marca lançou o LNA e o Visa. Estes são os primeiros veículos de produção equipados com Ignição Eletrónica Integral. 
1980-1987 2 CV CHARLESTONE, CITROËN BX E AX
Lançado como uma série limitada em 1980, o 2 CV Charleston era tão popular com a sua carroçaria bi-tom que foi produzido em massa. Em 1982, a Citroën impressionou com o BX, uma berlina de design moderno que oferecia 5 portas e 5 lugares. Quatro anos depois, é o AX, que gera surpresa. 
1989-1994 CITROËN XM, ZX E JUMPER
De volta ao topo da gama com o XM, equipado com suspensões Hydractives inteligentes. Uma estreia mundial que lhe valeu o título de carro do ano e 14 prémios. Em 1991, a ZX ofereceu um banco traseiro deslizante com encosto ajustável. Em 1994, a Citroën lançou o Jumper com a Peugeot e a Fiat. 
1995-1998 CITROËN SAXO, BERLINGO E XSARA PICASSO
A Citroën apresenta o Jumpy, o seu utilitário compacto. Nesse momento, o Citroën Berlingo chega no ano seguinte, seguido de perto pelo Berlingo Multispace e pelo Saxo. Em 1997, por ocasião do centenário do Salão Automóvel de Paris, a Citroën apresentou o Xsara Picasso, uma berlina compacta e monovolume. 
2000-2004 CITROËN C5 E C3
O Salão Automóvel de Paris de 2000 dá as boas-vindas ao Citroën C5, uma síntese de elegância e dinamismo. Dois anos depois, o Citroën C3 é comercializado em França. As suas curvas lembram as do 2 CV.  
2005-2008 CITROËN C1, C6, C4 PICASSO E C-CROSSER
A produção do C1 iniciou em 2005. A Marca apresenta o C6, uma montra tecnológica. No ano seguinte, com o C4 Picasso, surgiu o primeiro monovolume compacto da Citroën. Em 2007, foi lançado o primeiro SUV, denominado C-Crosser. Em 2008, foi a vez do C3 Picasso, que se destaca pela amplitude. 
2009 CREATIVE TECHNOLOGIE
No dia do nascimento do seu fundador, a Citroën inaugura a sua nova assinatura de marca: Creative Technologie. A Marca também revela um novo logotipo com chevrons cromados e arredondados, em 3D. O nome da marca, Citroën, está escrito por baixo, em letras vermelhas. 
2010-2012 C-ZERO E LINHA DS
Foi em 2010 que a Citroën lançou a sua ofensiva elétrica com o novo citadino C-Zero. O primeiro de uma longa fila! No mesmo ano, a linha DS foi inaugurada como primeira ilustração, o DS3. O DS4, coupé de 4 portas elevado, segue em 2011. E o DS5 é apresentado em primeira mão em Xangai. 
2014-2015 C4 CACTUS E E-MÉHARI
Com o C4 Cactus, a Citroën oferece em 2014 uma alternativa às berlinas compactas conciliando utilização e estética. No final do ano seguinte, o E-Méhari, um otimista conversível de 4 lugares 100% elétrico, deu um aceno moderno ao Méhari de 1968. 
2017-2019 OS SUV ESTILO CITROËN
Em 2017, a Citroën está a investir no mundo dos SUVs com o C3 Aircross. Segue-se o C5 Aircross, ultraconfortável graças às suas suspensões com Batentes Hidráulicos Progressivos®  e aos seus Bancos Advanced Comfort. Em 2019, o SUV Citroën C5 Aircross Híbrido Plug-in apresenta-se como o primeiro modelo híbrido plug-in da marca. 
100 ANOS DE CITROËN
Para o 100º aniversário da Citroën, “Le Rassemblement du Siècle” assumiu o local La Ferté-Vidame. Este mítico local da Marca viu nomeadamente a criação do 2 CV lançado em 1948. Mais de 10.000 colecionadores, 4.200 carros e mais de 60.000 pessoas participaram neste evento histórico. 
2020 AMI
No início de 2020, a Citroën surpreendeu todo o mercado com o AMI, um objeto de mobilidade não convencional. Elétrico e ultracompacto, acessível a todos, com disponibilização de packs personalizáveis. 

O MUSEU INTERACTIVO CITROËN ORIGINS

Lançado em 2016 e acessível em 65 países, este museu virtual reúne uma coleção de 83 icónicos Citroëns.

Oferece uma experiência imersiva sem precedentes, tanto visual como sonora, a descoberta dos modelos da Marca, em 3D, no interior e exterior.

 

O CONSERVATÓRIO CITROËN

De 1919 até aos dias de hoje, a Citroën construiu uma herança automóvel incomparável. Um património preservado pelo Conservatório de Aulnay-sous-bois, um museu físico que acolhe uma das maiores coleções de carros do mundo com mais de 400 modelos históricos.

Sem falar nos arquivos industriais e comerciais que refazem a história de uma marca emblemática.