Redirecionamento em SEGUNDOS

11 PALAVRAS CHAVE DO WRC

 

Conhece o duplo significado do WRC? O que é um shakedown? Para que serve um parque de assistência? Descubra a nossa seleção de palavras chave para compreender melhor o WRC.

Glossaire10_625x349

FLEXI SERVIÇO

Usado durante sessões de 45 minutos no final do dia, esse processo permite que as equipes tenham um intervalo de tempo suficientemente amplo para trabalhar em um carro após o outro, e não de maneira simultânea, para poder distribuir na melhor das hipóteses todas as mecânicas a que têm direito (8 no caso de uma equipe de dois carros como a Citroën Total World Rally Team).

NOTAS

Trata-se de um código utilizado pelas equipas para descrever o perfil dos troços cronometrados durante o programa da etapa do fim de semana. Durante os reconhecimentos, o piloto dita ao seu copiloto a sua perceção/visão da estrada, de acordo com uma linguagem que lhes é própria, sendo que este último transcreve a informação para um caderno. Uma vez em prova, o copiloto dita ao seu piloto as suas notas, para o guiar de forma a permitir avançar o mais rápido possível.
Glossaire12_625x349
Glossaire2_625x349

ABERTURA

Dentro dos quatro ralis em asfalto no programa da temporada (Monte-Carlo, Córsega, Alemanha, Catalunha), as equipas inscritas para pontuar dispõem de uma equipa de abertura/reconhecimento, composta geralmente por Ex pilotos e copilotos. Munidos com as notas que foram disponibilizadas pelas duas duplas oficiais que participam no rali, estes percorrem de forma continua os vários sectores cronometrados para descrever a evolução da estrada e suas condições, isto acontece após o reconhecimento e também entre a primeira e segunda passagem numa especial/troços.

PARQUE DE ASSISTÊNCIA

Este é o local onde as varias equipas e tripulações instalam a suas estruturas, onde os veículos retornam em intervalos regulares entre troços cronometrados, para proceder à troca de pneus e serem alvo de uma verificação mecânica. Apesar das duplas poderem intervir a qualquer momento nas suas viaturas, com o equipamento que transportam a bordo, nenhuma ajuda externa é autorizada neste momentos. Os ralis atuais têm geralmente apenas um único parque de assistência, e existe uma tendência para que os veículos passem da parte da manha para uma assistência de quinze minutos, ao meio dia para um assistência de quarenta minutos e pela tarde uma assistência de quarenta e cinco minutos. Os mecânicos estão autorizados a intervir desde que tenham uma braçadeira identificativa (4 por veículo).
Glossaire6_625x349
Glossaire4_625x349

POWER STAGE

Trata-se de uma especial do rali, geralmente a última, transmitida em direto pela televisão e que origina a atribuição pontos de bónus. Nesta ocasião, o mais rápido nesta especial ganha cinco pontos, o segundo ganha quatro e assim sucessivamente até ao quinto lugar que ganha apenas um ponto.

RALLYE 2

Uma equipa que se tenha visto obrigada a desistir durante um troço da prova, pode reentrar na prova no dia seguinte, depois de receber sete minutos de penalização por especial perdida ou 10 minutos caso se trate de uma desistência no último troço da etapa diária.
Glossaire11_625x349
Glossaire3_625x349

RECONHECIMENTO

Antes de cada rali, nas terças e quartas-feiras, as equipas procedem ao reconhecimento. Nesta ocasião, o percurso é realizado a bordo de veículos de serie melhorados (roll bar, suspensão, travagem…) e cada troço cronometrado é percorrido em duas vezes, para obter notas a uma velocidade limitada (80 km/h máximo), descrevendo o perfil da estrada curva a curva.

SHAKEDOWN

É denominação para a sessão de treinos realizada todas as quintas-feiras antes do rali, num troço cronometrado que deve ser idêntico às dificuldades da prova do fim de semana . Todas as equipas devem passar obrigatoriamente três vezes.
Glossaire1_625x349
Glossaire5_625x349

ESPECIAL

Refere-se aos troços de estrada fechados à circulação, onde as equipas de pilotos são lançadas a cada dois ou três minutos, para obterem melhor registo. Para efetuar as ligações entre os diferentes troços cronometrados, as equipas utilizam os sectores designados por ligações em estrada aberta, onde devem cumprir o código da estrada (local), tal como os tempos estabelecidos, sob pena de serem atribuídas penalizações em estrada. Sendo assim, um rali é uma sucessão de troços cronometrados e ligações, em que a sua classificação final é estabelecida com base em duas parcelas: somatória dos tempos alcançados nos troços cronometrados e eventuais "penalizações de estrada" atribuídas.

SUPER ESPECIAL

Trata-se dos sectores cronometrados mais curtos do evento, geralmente organizados na cidade de abertura do rali, para ir ao encontro de um público diferente.
Glossaire9_625x349
Glossaire8_625x349

WRC

Esta é a designação do campeonato « World Rally Championship » mas também dos veículos « World Rally Cars » que o disputam. São os veículos mais sofisticados da modalidade, sendo estes últimos equipados com motores 1600 turbo desenvolvendo até 400 cavalos de potencia para os seus 1190 kg de peso total. Dispõem uma caixa de velocidades com comando sequencial e encontram-se equipados com acessórios aerodinâmicos de capital importância.
Top
console.log('a555');