Redirecionamento em SEGUNDOS
Rallye-Spain_597x350

UMA VICTÓRIA HISTÓRICA!

54º RALI RACC DE ESPANHA 

 

Uma ousada escolha de pneus, seguida de uma majestosa performance nas últimas quatro Especiais do Rali da Catalunha, deu a Sébastien Loeb e Daniel Elena a 79ª vitória na sua invejável carreira no WRC. Pelo “meio”, ofereceram ao Citroën Total Abu Dhabi WRT a primeira vitória do ano e a 99ª no WRC, confirmando a invencibilidade da equipa na Catalunha em dois anos consecutivos. Craig Breen e Scott Martin terminaram na 9ª posição, recuperando o seu andamento, enquanto Khalid Al Qassimi e Chris Patterson concluíram a sua última prova da temporada no 21º lugar.

O RALI EM RESUMO

Com a chuva a continuar a marcar presença durante a Assistência da manhã de domingo, a grande tentação era jogar pelo seguro e optar por montar pneus Michelin slick macios para a primeira Especial da última Etapa (61,70 km divididos em quatro Especiais).

Mas, mais uma vez, o Citroën Total Abu Dhabi WRT revelou a sua experiência e conhecimento na análise das condições meteorológicas. Contrariamente aos seus rivais, a equipa previu, corretamente, que o piso iria secar: trabalhando em conjunto com o técnico da Michelin agregado à equipa, Sébastien Loeb foi, assim, o único piloto a sair com pneus de composto duro. Depois, o ás francês deu largas aos seus dotes de condução, utilizando na perfeição as características de dureza dos seus pneus para reclamar vitória em duas Especiais consecutivas e chegar à Assistência Intermédia na liderança à Geral, com nada menos de 7,1 segundos de vantagem sobre o 2º classificado. Tendo deixado o motor ir abaixo na famosa rotunda de Riudecanyes (ES17), Loeb “permitiu” que Sébastien Ogier encurtasse a diferença para somente 3,6 segundos, com apenas mais uma Especial para correr. Mas o nónuplo Campeão do Mundo segurou firmemente o seu lugar e conquistou a 79ª vitória da sua carreira no WRC, mais de cinco anos passados sobre a sua última vitória (em 2013 na Argentina), com uma vantagem de 2,9 segundos sobre o seu rival mais direto.

É também a primeira vitória da equipa nesta temporada, a somar aos três pódios conquistados (2º lugar na Suécia, 3º lugar no México e 2º lugar na Finlândia).
Sem hipóteses de subir na classificação, salvo a ocorrência de um incidente em prova, Craig Breen concentrou-se na recuperação da sua confiança depois dos azares de sábado, terminando o rali em 9º lugar.

Por sua vez, Khalid Al Qassimi aproveitou ao máximo as condições mais consistentes do piso para desfrutar o mais possível da sua condução. Concluiu o seu último rali do ano na 21ª posição, satisfeito por não ter tido problemas durante toda a prova.


O QUE ELES DISSERAM…


Sébastien Loeb: "Foi uma disputa intensa mesmo até ao final. Quando vi no ecrã da última Especial que tinha vencido, foi uma sensação realmente incrível. Foi muito bom ter conseguido andar no ritmo certo depois de todos estes anos, pois todos os outros pilotos não estiveram ‘parados’ enquanto eu estive fora, e andaram mesmo a fundo durante todo o rali. Não podia dar-me ao luxo de ser lento em terra, na sexta-feira, ou no asfalto, no sábado. Fomos rápidos no domingo depois de termos feito a escolha certa de pneus, e depois aguentámo-nos bem, apesar de um ligeiro erro na penúltima Especial. Agora, dada a forma como o rali evoluiu, estou tentado a dizer que terá sido, talvez, a minha maior vitória, e que estou extremamente satisfeito por garantir um resultado que é altamente merecido por toda a equipa."


Craig Breen: "Foi um fim de semana difícil para nós, muito embora tivéssemos sido bastante rápidos por diversas vezes, principalmente na terra. Mas também perdemos muito tempo com os piões de sábado. Sem quaisquer hipóteses de progredir na tabela, aproveitámos para desfrutar da condução do nosso C3 WRC. Agora, partimos para a Austrália com o melhor estado de espírito possível."


Kalid Al Qassimi: "Com um tempo tão imprevisível, não foi uma corrida fácil para mim. Fomos melhorando gradualmente na terra; no asfalto não me senti muito confortável com o piso molhado, como foi o caso de sábado, mas no domingo senti uma maior dose de confiança."

Top
console.log('a555');