Esta página utiliza cookies. Durante a navegação na nossa página, aceita que utilizemos cookies.

Saiba mais sobre cookies
Fechar
Fechar
Fechar
DOBRADINHA DOS DS 3 WRC NA ARGENTINA

DOBRADINHA DOS DS 3 WRC NA ARGENTINA

RALI DA ARGENTINA – 23 a 26/04/2015 (Final)

  • A equipa Citroën Total Abu Dhabi World Rally Team assinou uma dobradinha em Carlos Paz! Esta foi a segunda vez que a Citroën Racing se impôs no Rali da Argentina.
  • Foi a 29ª dobradinha da equipa no Campeonato do Mundo de Ralis, a primeira obtida por Kris Meeke/Paul Nagle e Mads Østberg/Jonas Andersson.
  • Líderes a partir da segunda prova especial, Meeke e Nagle garantiram a sua primeira vitória ao mais alto nível. Østberg e Andersson sobem ao 2º lugar do Campeonato do Mundo de Ralis – Pilotos e Navegadores.

A Citroën Racing e a Argentina vivem uma grande história de amor. A equipa francesa conquistou a segunda vitória nas suas onze participações na prova baseada em Carlos Paz. Este sucesso, construído desde a partida por Kris Meeke, contribuiu grandemente para o lançamento da marca DS na América do Sul.

Já autores do melhor tempo no shakedown, realizado na Quarta-Feira, Kris Meeke e Paul Nagle falharam o primeiro melhor tempo por apenas 0,2 segundos. Líderes da prova a partir da chegada da terrível PEC2, a equipa do DS 3 WRC controlou a partir daí na perfeição uma prova de uma dificuldade incomparável.

Meeke manteve o seu avanço até final, conquistando, assim, a sua primeira vitória no Campeonato do Mundo de Ralis. Este é o primeiro sucesso de um britânico após Colin McRae, então no Safari de 2002. Meeke tornou-se, desta forma, no 74º piloto a vencer uma prova do WRC e o quarto britânico, depois dos malogrados Colin McRae (25 vitórias), Richard Burns (10) e Roger Clarke (1). Paul Nagle é o segundo co-piloto irlandês a ganhar uma etapa do mundial, após Ronan McNamee em 1989. Para a Citroën Racing, esta foi a sua 94ª vitória no WRC e a 29º dobradinha, dois recordes!

Tal como no México, Mads Østberg e Jonas Andersson terminaram no 2º posto e garantiram, de novo, valiosos pontos. Após esta quarta prova do calendário de 2015, eles ocupam a 2ª posição dos Mundiais de Pilotos e Navegadores, com um ponto de bónus conquistado na Power Stage.

Ao marcar o máximo de pontos graças a esta dobradinha, a Citroën Total Abu Dhabi World Rally Team ocupa, igualmente, a 2ª posição na classificação reservada aos Construtores.

A próxima prova terá lugar de 21 a 24 de Maio, nas estradas de terra de um Rali de Portugal deslocado nesta edição para Matosinhos, a norte do Porto.

O QUE ELES DISSERAM

Yves Matton (Director da Citroën Racing): «Esta segunda vitória na Argentina vai muito para lá dos objectivos traçados. Desde 2012 que nunca mais assinámos uma dobradinha no WRC e a nossa última vitória remonta a mais de um ano atrás. A Argentina tem sorrido à Citroën Racing ao longo dos anos, seja em ralis, seja em circuitos. O nosso ponto forte foi a fiabilidade dos DS 3 WRC. Este Rali da Argentina foi excepcionalmente difícil e os nossos pilotos souberam gerir a prova com muita inteligência.»

Kris Meeke: «Tudo correu bem até à chegada da derradeira especial. Uma vez passada a linha de chegada, fui submerso pela emoção. Vai ser preciso algum tempo até interiorizar o que aconteceu. Não comecei este rali com o objectivo de me bater pela vitória. Queria somente fazer um rali sem problemas. A paragem de sete semanas fez-me bem. Logo desde o shakedown senti plena confiança. Esta prova foi particularmente difícil, mas o DS 3 WRC mostrou-se sólido e fiável. Todos os outros tiveram problemas e nós fizemos uma dobradinha. O Mads fez um rali fantástico. Quero agradecer ao Yves Matton que acreditou em mim. Deu-me uma grande oportunidade e sempre me apoiou. Esta não foi mais que uma primeira forma de lhe agradecer. Espero que haja mais. Quero dedicar esta vitória ao Colin McRae.»

Mads Østberg: «Este foi um resultado fantástico para toda a equipa e certamente muito encorajador para as provas que aí vêm. Viemos para nos bater por um pódio, mas colocar os dois DS 3 WRC nos dois primeiros lugares foi um feito enorme. A marca DS apoiou-nos de uma forma espantosa e sinto-me feliz em poder oferecer-lhe um resultado como este!»

Khalid Al Qassimi: «Durante este rali tive que me concentrar para perceber o DS 3 WRC, que é novo para mim. Numa prova que estava a descobrir, rolei a 50%, por vezes a 75% e fiquei satisfeito com o resultado. Sinto-me ainda mais feliz com o resultado dos meus colegas de equipa. Esta dobradinha mostra o envolvimento total da equipa, que tem trabalhado imenso e muito o merece.»

CLASSIFICAÇÃO FINAL (provisória)

1. Kris Meeke / Paul Nagle (DS 3 WRC) 3:41:44.9
2. Mads Østberg / Jonas Andersson (DS 3 WRC) +18.1
3. Elfyn Evans / Daniel Barritt (Ford Fiesta RS WRC) +3:27.4
4. Martin Prokop / Jan Tomanek (Ford Fiesta RS WRC) +6:26.1
5. Dani Sordo / Marc Marti (Hyundai i20 WRC) +10:46.7
6. Khalid Al Qassimi / Chris Patterson (DS 3 WRC) +11:19.9
7. Abdulaziz Al-Kuwari / Marshall Clarke (Ford Fiesta RRC) +16:02.6
8. Diego Dominguez / Edgardo Galindo (Ford Fiesta R5) +18:48.2
9. Gustavo Saba / Diego Cagnotti (Skoda Fabia Super 2000) +21:20.6
10. Federico Villagra / Diego Curletto (Ford Fiesta) +25:19.6…

MELHORES TEMPOS

Kris Meeke e Sébastien Ogier, 3; Andreas Mikkelsen e Dani Sordo, 2; Jari-Matti Latvala, 1. 1 Especial cancelada.

LÍDERES DA PROVA

PEC 1: Sébastien Ogier; PEC 2 à 12 (chegada): Kris Meeke

CAMPEONATO DO MUNDO DE PILOTOS

1. Sébastien Ogier 84 pontos
2. Mads Østberg 51
3. Andreas Mikkelsen 47
4. Elfyn Evans 41
5. Kris Meeke 35
6. Thierry Neuville 35
7. Dani Sordo 30
8. Martin Prokop 26
9. Jari-Matti Latvala 19
10. Ott Tanak 12

CAMPEONATO DO MUNDO DE CONSTRUTORES

1. Volkswagen Motorsport, 103 pontos
2. Citroën Total Abu Dhabi World Rally Team, 85
3. Hyundai Motorsport, 85
4. M-Sport World Rally Team, 73
5. Jipocar Czech National Team, 32



Top