Esta página utiliza cookies. Durante a navegação na nossa página, aceita que utilizemos cookies.

Saiba mais sobre cookies
Fechar
Fechar
Fechar
Citroën Campeã Mundial WTCC

CITROËN FESTEJA TÍTULO MUNDIAL NO WTCC* COM UMA TRIPLA

No dia seguinte ao da conquista o seu terceiro título Mundial consecutivo no FIA WTCC*, a Citroën brilhou ao longo das corridas realizadas no circuito de Xangai. José María López, Yvan Muller e Mehdi Bennani ofereceram ao C-Elysée WTCC a sua primeira tripla da temporada na Corrida Principal! Quanto a Muller, graças a duas subidas ao pódio, assumiu destacado o 2º lugar no Mundial de Pilotos, com uma importante vantagem sobre os seus perseguidores. Adicionalmente, Mehdi Bennani garantiu o Troféu WTCC, reservado aos condutores independentes

Como sempre acontece, a tribuna principal do Circuito Internacional de Xangai estava repleta no momento em que os carros assumiram os seus lugares na grelha de partida. Na Corrida de Abertura, com a grelha invertida, Yvan Muller e José María López viram-se respectivamente colocados na 8ª e 10ª posições.

Dada a partida, Tom Chilton fez um excelente arranque, que permitiu elevar o seu Citroën C-Elysee WTCC, da equipa SLR, à 2º posição. Lutando no meio do pelotão, Muller e López não se viram muito prejudicados pelos diversos ataques dos seus adversários, passando os pilotos da Citroën Total a rodar, respectivamente, na 6ª e 9ª posições!

Na segunda volta, Muller subiu ao 5º lugar, enquanto Pechito estava em luta pelo 7º posto. O abandono de Filippi levou à entrada em pista do Safety Car, o que fazia que os carros se agrupassem, adiando-se as hostilidades para as 11 voltas seguintes.

Uma corrida que teve um poonto quente pouco tempo depois, quando Tarquini embateu em Chilton, obrigando ao abandono de ambos. Tal elevou Muller ao 3º lugar, atrás de Michelisz e Björk, enquanto José María López também subia para 5º. Os espectadores eram, de novo, levados aos rubro quando os cinco primeiros se agruparam a três voltas do final. Os dois primeiros tocaram-se várias vezes, mas seria Björk quem garantiria a vitória, frente a Michelisz, Muller, Lopez e Catsburg!

Após a cerimónia do pódio, os mecânicos apenas tiveram alguns minutos de repair time para apagar os danos desta primeira corrida, um trabalho que garantiu a José María López e a Yvan Muller dois carros perfeitamente competitivos para a Corrida Principal.

Dada a partida, ambos os Citroën C-Elysee WTCC fizeram excelentes arranques. Saindo da pole position, López assumia a liderança frente a Muller e a Mehdi Bennani, começando a ganhar uma vantagem sobre o seu companheiro de equipa. Numa corrida muito menos agitada do que a anterior, Pechito voou para aquela que foi a sua oitava vitória da presente temporada.

Enquanto isso, Muller controlava os ataques de Mehdi Bennani para assegurar um segundo pódio em Xangai, concluindo um fim de semana muito positivo. Conquistou 36 pontos, contra 5 do seu principal adversário na luta pelo lugar de Vice-Campeão do mundo.

No pódio Bennani estava radiante pois acabava de atingir o seu objetivo principal, da conquista do Troféu WTCC, reservado aos pilotos independentes. A principal oposição vinha do seu companheiro de equipa, Tom Chilton, sendo que o marroquino garantiu o ceptro antes do final do ano!

O QUE ELES DISSERAM…

Yves Matton (Diretor da Citroën Racing): «Foi um fim de semana muito positivo para a Citroën Racing. Ontem alcançámos a nosso principal objetivo de conquistar o Campeonato do Mundial de Construtores. Hoje, concretizamos aquela que foi uma boa qualificação com uma tripla, a nossa primeira da presente temporada. A China e Xangai são decididamente muito favoráveis pois foi também aqui que obtivemos a nossa primeira quadra em 2014. O Pechito não tinha nada para gerir hoje: nem em termos de pontos ou de performance que pudesse afetar os pesos de compensação. Penso que teve uma prestação que confirma o seu estatuto de melhor piloto do mundo. Já o Yvan, com o seu duplo pódio, conseguiu assumir isolado o 2º lugar no campeonato, trabalho que terá de terminar no Qatar! Parabéns também ao Mehdi Bennani e à equipa SLR pela conquista do Troféu WTCC, bem como à Volvo e ao Thed Björk pelas suas primeiras vitórias na disciplina.»

José María López: «Foi um fim de semana fantástico para todos nós. Tivemos o maior nível de desempenho. Pela minha parte não senti qualquer pressão pois sabia que poderia suplantar o Catsburg no início da corrida principal. Pude depois aproveitar o volante deste carro fantástico que é o Citroën C-Elysee WTCC. Não é sempre que podemos ir em busca de uma vitória destas, sem nos termos de preocupar seja com o o que for. Estamos todos felizes por fazer parte desta grande aventura e vamos tentar terminá-la em grande estilo em Doha.»

Yvan Muller: «Mesmo sem ter ganho, é muito bom fazer dois pódios no mesmo dia, especialmente para alguém da minha idade! Havia dois elementos importantes durante este fim de semana. Em primeiro lugar, o título de Construtores da Citroën, algo que me deixa particularmente orgulhoso de fazer parte desta equipa. Depois, porque consegui distanciar-me do Tiago Monteiro, marcando mais pontos do que ele. É importante na luta pelo 2º lugar no campeonato, que continua a ser o objectivo final a ser alcançado. Iremos consegui-lo no Qatar.»

Mehdi Bennani: «Foi um fim de semana difícil. Para alcançar o título tive que marcar pontos nas duas corridas, evitando qualquer saída de pista ou acidente. Foi muito especial estar em luta com o Tom Chilton, porque somos companheiros de equipa, temos o mesmo material e, muitas vezes, as mesmas configurações. Ele não conseguiu ser bem sucedido hoje e foi isso que me permitiu garantit o título antes de tempo. O meu objetivo foi alcançado!»

(*) Todos os resultados estão sujeitos à confirmação oficial da FIA.

CLASSIFICAÇÕES

CORRIDA DE ABERTURA
1. Thed Björk (Volvo S60 WTCC)
2. Norbert Michelisz (Honda Civic WTCC)
3. Yvan Muller (Citroën C-Elysée WTCC)
4. José María López (Citroën C-Elysée WTCC)

5. Nick Catsburg (Lada Vesta WTCC)
(…)
11. Mehdi Bennani (Citroën C-Elysée WTCC)
3. Grégoire Demoustier (Citroën C-Elysée WTCC)

(…)
Não Classificado. Tom Chilton (Citroën C-Elysée WTCC)
Melhor Volta : Thed Björk em 1’52’’578

CORRIDA PRINCIPAL

1. José María López (Citroën C-Elysée WTCC)
2. Yvan Muller (Citroën C-Elysée WTCC)
3. Mehdi Bennani (Citroën C-Elysée WTCC)

4. Nick Catsburg (Lada Vesta WTCC)
5. Gabriele Tarquini (Lada Vesta WTCC)
(…)
9. Tom Chilton (Citroën C-Elysée WTCC)
(…)
17. Grégoire Demoustier (Citroën C-Elysée WTCC)
(…)
Melhor Volta : José María López en 1’52’’224

CAMPEONATO DO MUNDO DE PILOTOS
1º José María López 361 pontos
2º Yvan Muller 235

3º Tiago Monteiro 204
4º Norbert Michelisz 190
5º Rob Huff 180
6º Mehdi Bennani 176
7º Nick Catsburg 171
8º Tom Chilton 145
(…)
16.  Grégoire Demoustier, 11
(…)

CAMPEONATO DO MUNDO DE CONSTRUTORES

1º Citroën 869 pts
2º Honda 625 pts
3º Lada 493 pts
4º Polestar 285 pts

Top