Esta página utiliza cookies. Durante a navegação na nossa página, aceita que utilizemos cookies.

Saiba mais sobre cookies
Fechar
Fechar
Fechar
LÓPEZ e LOEB partilham vitórias

CITROËN C-ELysée dominam - LÓPEZ e LOEB partilham vitórias

TERMAS DE RÍO HONDO (06-08/03/2015) – FINAL

  • Os Citroën C-Elysée WTCC dominaram as duas corridas de abertura do Campeonato do Mundo FIA WTCC 2015.
  • No circuito de Termas de Río Hondo, José María López impôs-se aos seus companheiros de equipa, Yvan Muller e Sébastien Loeb.
  • Autor de uma 2.ª corrida magnífica, Sébastien Loeb alcançou a sua terceira vitória na disciplina, controlando a recuperação de José María López.
  • José María López e a Citroën saíram da Argentina líderes dos Campeonatos do Mundo de Pilotos e de Construtores.

Sentia-se um calor sufocante quando os carros alinharam para a grelha de partida da Corrida 1. Com José María López na pole position, na frente de Yvan Muller, Sébastien Loeb e Ma Qing Hua, a equipa Citroën Total WTCC tinha já deixado a sua marca durante as qualificações!

Quando as luzes se apagaram, Muller foi o mais lesto a reagir, chegando ao comando da corrida, antes de Pechito López recuperar a vantagem na primeira curva. Atrás de Muller e Loeb, Hua “faltava à chamada” depois de ter falhado o arranque. As voltas sucediam-se e as diferenças entre os três primeiros aumentavam sensivelmente, enquanto atrás deles o pelotão estava mais animado, nomeadamente graças a Hua, que foi recuperando posições
até ao 7º lugar.

A Corrida 2 anunciava-se nitidamente mais difícil de ganhar, pois os Citroën estavam colocados na quarta e quinta linha da grelha. Contudo, os pilotos dos C-Elysée WTCC estavam particularmente inspirados, a começar por Ma Qing Hua, que terminou a primeira volta na frente de Sébastien Loeb. Mas o piloto chinês cometeu um erro na segunda volta e Loeb aproveitou para o passar. Obrigado a parar para que os mecânicos retirassem a erva
acumulada no radiador, Ma perdeu a vantagem do seu soberbo arranque.

Mais tarde, o safety car entrava em pista, em consequência de uma cascata de incidentes no meio do pelotão. Nessa altura, Loeb estava na frente, diante de Gabriele Tarquini e José María López. Após ter falhado o seu arranque, Yvan Muller recuperou até ao 6º lugar e, no reatar da corrida, o quádruplo Campeão do Mundo ganhava duas posições adicionais, antes de passar pela relva e de ter que fazer uma paragem extra nas boxes.

Controlando perfeitamente a sua corrida, Sébastien Loeb recebeu a bandeirada de xadrez na frente de José María López. Ma Qing Hua marcou novamente os pontos do 7º lugar, enquanto Yvan Muller terminou fora do top 10.

Como curiosidade, os resultados desta primeira jornada do ano são em tudo semelhantes aos da corrida de Marraquexe de 2014. Nessa prova, a primeira jornada de sempre da Citroën Racing no Campeonato FIA WTCC, a equipa realizou uma tripla com López/Muller/Loeb na Corrida 1, antes de obter uma dobradinha Loeb/López na segunda.

 

O QUE ELES DISSERAM…

Julien Montarnal, Director de Marketing, Comunicação e Desporto da Citroën: «O Campeonato do Mundo de 2015 começou da melhor forma, com uma jornada marcada por um grande fervor popular e um excelente resultado de conjunto da Citroën. José María López fez as honras do seu estatuto de Campeão do Mundo e provou aos seus colegas de equipa e adversários que voltará a ser o homem a bater este ano. A alegria de Sébastien Loeb à chegada da segunda corrida deu gosto ver. Com uma temporada de experiência atrás de si, parece pronto a trepar um novo degrau na hierarquia. Yvan Muller e Ma Qing Hua não foram tão bem sucedidos, mas conhecerão em breve o degrau mais alto do pódio.»

José María López: «Sinto-me feliz, mas todos nós sofremos imenso com o calor dentro dos carros! A primeira corrida foi perfeita. A minha partida não foi muito boa, mas consegui resistir ao Yvan e isso deu-me confiança para a segunda corrida. Procurei ser paciente antes de começar a atacar os meus adversários. Na frente, o Seb estava muito rápido e não consegui passá-lo. Dou-lhe os parabéns pela sua bela vitória. Este foi um fim-de-semana verdadeiramente positivo para toda a equipa e para mim, pois encontro-me na frente do Campeonato do Mundo!»

Sébastien Loeb: «É optimo começar a época desta forma. Não há muita coisa a dizer sobre a primeira corrida: limitei-me a manter a minha posição. Para conseguir alcançar a vitória na segunda corrida, fiz uma boa partida desde o 8º lugar. Depois, as portas abriram-se na primeira curva. No fim da primeira volta vi que não havia muita gente à minha frente! Ataquei e consegui passar quando o Ma cometeu um erro. Depois do safety car, o Pechito não estava muito atrás de mim, pelo que tive que forçar o andamento outra vez, para evitar que ele se colocasse no meu cone de aspiração.»

Yvan Muller: «Fiz uma boa partida na primeira corrida e estava na frente do Pechito. Mas ele conseguiu retomar o comando e a corrida ficou decidida. Tínhamos carros iguais, era impossível ultrapassarmo-nos um ao outro em circunstâncias normais. Já a minha segunda partida foi… catastrófica! Perdi várias posições nas primeiras curvas tomando constantemente as decisões erradas. Ao recuperar, toquei no Mehdi Bennani e peço desculpas por isso. Este não foi um início de sonho, no que me diz respeito…»

Ma Qing Hua: «Tinha tudo para obter melhores resultados. Ao ficar parado no arranque da corrida 1, perdi toda a vantagem da minha qualificação. Também a segunda corrida poderia ter acabado de forma diferente, se não tivesse cometido um pequeno erro. Mas mantenho-me positivo, pois consegui encontrar um nível de andamento interessante. Já só penso na próxima corrida!»

 

CLASSIFICAÇÃO CORRIDA 1

1. José María López (Citroën C-Elysée WTCC)
2. Yvan Muller (Citroën C-Elysée WTCC)
3. Sébastien Loeb (Citroën C-Elysée WTCC)
4. Tiago Monteiro (Honda Civic WTCC)
5. Gabriele Tarquini (Honda Civic WTCC)
6. Norbert Michelisz (Honda Civic WTCC)
7. Ma Qing Hua (Citroën C-Elysée WTCC)
8. Mehdi Bennani (Citroën C-Elysée WTCC)
MV: José María López, em 1’47’’702

CLASSIFICAÇÃO CORRIDA 2

1. Sébastien Loeb (Citroën C-Elysée WTCC)
2. José María López (Citroën C-Elysée WTCC)
3. Tiago Monteiro (Honda Civic WTCC)
4. Gabriele Tarquini (Honda Civic WTCC)
5. Mehdi Bennani (Citroën C-Elysée WTCC)
6. Ma Qing Hua (Citroën C-Elysée WTCC)
7. Yvan Muller (Citroën C-Elysée WTCC)
MV: Sébastien Loeb, em 1’46’’708

CAMPEONATO DO MUNDO DE PILOTOS

1. José María López, 48 pontos
2. Sébastien Loeb, 43
3. Tiago Monteiro, 28
4. Yvan Muller, 22
5. Gabriele Tarquini, 22
6. Norbert Michelisz, 16
7. Ma Qing Hua, 14
8. Mehdi Bennani, 10

CAMPEONATO DO MUNDO DE CONSTRUTORES

1. Citroën, 95 pontos
2. Honda, 59
3. Lada, 1

Top