Esta página utiliza cookies. Durante a navegação na nossa página, aceita que utilizemos cookies.

Saiba mais sobre cookies
Fechar
Fechar
Fechar
20 anos de Citroen Berlingo

20 ANOS DE CITROËN BERLINGO, MODELO MADE IN PORTUGAL

  • Com 415.000 unidades produzidas, o CITROËN Berlingo é responsável por 34,4% da produção total do Centro de Produção de Mangualde, desde que esta fábrica entrou em actividade em 1964.
  • Lançado em 1996, o CITROËN Berlingo assumiu um estatuto pioneiro face ao que é, ainda hoje, a base de uma furgoneta.
  • Em 20 anos foram vendidas em Portugal 61.158 unidades CITROËN Berlingo, ou seja 26% do total de furgonetas vendidas no País desde 1996 (233.149 unidades).
  • 8 anos de liderança absoluta e um parque rolante de 55.000 CITROËN Berlingo nas estradas nacionais.

Lançado em Portugal em 1996, o CITROËN BERLINGO celebra este ano o seu 20º aniversário. Modelo de referência no mercado dos Veículos Comerciais Ligeiros, assumindo, vários anos, o estatuto de «o mais vendido», esta proposta pioneira traduz toda a essência da marca do double chevron, assentando numa configuração base inovadora que define ainda hoje o mercado das Furgonettes. Realidade indissociável do CITROËN BERLINGO é o facto de parte da sua produção se fazer no Centro de Produção de Mangualde, infraestrutura produtiva do grupo PSA Peugeot Citroën, num contributo significativo quer para o setor, quer para a economia e tecido social do País.

Vinte anos anos passados desde o início da sua carreira, o CITROËN BERLINGO é um modelo que tem deixado uma marca vincada e indelével no mercado dos Veículos Comerciais Ligeiros e na indústria automóvel nacional.

O modelo surgiu com uma configuração ímpar, que definiu a norma que seria depois seguida por grande parte dos seus concorrentes, assumiu estatísticas de produção recorde, internacionais e também nacionais, e garantiu posições cimeiras nas tabelas de vendas, várias vezes na posição de líder. As suas características de robustez, fiabilidade e qualidade, construíram um historial singular, nomeadamente no Centro de Produção de Mangualde, de onde já saíram 415.000 unidades desde 1996.

Desde 1996, o CITROËN BERLINGO é o que se pode considerar um verdadeiro success case story no mercado dos Veículos Comerciais Ligeiros em Portugal, modelo que tem uma importância igualmente significativa no tecido empresarial e industrial português, bem como nas Exportações nacionais, fruto da sua construção no Centro de Produção PSA de Mangualde.

    415.000 CITROËN BERLINGO MADE IN MANGUALDE

- Com um total de 415.000 unidades produzidas, o CITROËN BERLINGO é responsável por 34,4% da produção global do Centro de Produção de Mangualde, desde que esta fábrica começou a laborar, em fevereiro de 1964.

- Até ao momento, foi ali produzido um total de 793.000 viaturas CITROËN, parte de um total global de 1.208.000 veículos, distribuídos por 15 modelos diferentes (das marcas CITROËN e PEUGEOT).

     CITROËN BERLINGO: 20 ANOS DE LIDERANÇA OU VICE-LIDERANÇA DE MERCADO VCL

- Em Portugal, desde 1996 e até à data, já se comercializaram entre nós 61.158 unidades do CITROËN BERLINGO.

- Este volume representa 26% do volume total de 233.149 unidades de furgonetas vendidas no país desde 1996.

- O CITROËN BERLINGO foi líder absoluto do mercado nacional de VCL em nada menos do que 8 destes 20 anos, nos triénios de 2002 a 2004 e de 2009 a 2011, bem como no biénio 2013/2014; nos restantes 12 anos o modelo alcançou sempre o 2º lugar do seu segmento e nunca baixou deste lugar. Este conjunto de posições garante-lhe um estatuto invejável em termos de sucesso de vendas.

- Em termos de quota de mercado do CITROËN BERLINGO em Portugal no segmento dos Pequenos Furgões (ou Furgonetas), o topo máximo foi atingindo em 2002, com 33,9%; uma performance que nunca desceu abaixo dos 19,2%, alcançados no ano de 2006.

- Em 2015, o modelo conquistou uma fatia de 26,2% do seu segmento.

     FIABILIDADE, ROBUSTEZ E QUALIDADE: ALGUNS DOS TRUNFOS DO CITROËN BERLINGO

- Actualmente, circula um invejável número de 55.000 CITROËN BERLINGO nas estradas nacionais. Um feito que ganha ainda maior expressão por 28.852 destes veículos terem mais de uma década de utilização.

- Este número comprova os seus principais trunfos em termos de fiabilidade, de robustez e de qualidade. Com efeito, a confiança, a durabilidade, os baixos custos e o conforto na utilização diária dos Clientes são as características reconhecidas ao CITROËN Berlingo desde o início da sua comercialização.

- Os argumentos acima traduzem-se no reconhecimento pelos seus diferentes utilizadores e operadores do mercado, desde os clientes individuais ao pequeno comércio e, naturalmente, aos grandes clientes/frotas. Até hoje, o número de clientes em Portugal que já adquiriram pelo menos um CITROËN BERLINGO é superior a 50.000.

     CONFIGURAÇÃO PIONEIRA TRADUZIDA NO TÍTULO DE «FURGÃO DO ANO» EM 1996

O CITROËN BERLINGO foi eleito «Furgão Internacional do Ano (Van of the Year) 1996» logo no seu ano de lançamento.

A configuração adoptada há duas décadas pelo CITROËN BERLINGO assumiu um estatuto pioneiro face ao que é, ainda hoje, a base de uma furgoneta.

Confundindo-se com a própria Marca em Portugal, por tudo aquilo que trouxe de inovador para o mercado, CITROËN BERLINGO é um dos modelos que mais contribui para a atração de novos clientes ao longo destes anos.

São vários os trunfos que sublinham o sucesso do CITROËN BERLINGO junto dos clientes nacionais e internacionais:

-           volume útil até 4,10m3,
-           capacidade para transportar 2 europaletes,
-           carga útil até 750 kg,
-           altura útil de 1,25 m,
-           comprimento útil até 3,25m,
-           portas traseiras com ângulo de abertura até 180º,
-           3 lugares à frente.

     UMA HISTÓRIA NACIONAL QUE FAZ ECO DAS ESTATÍSTICAS INTERNACIONAIS

O segmento de denominados ludospaces nasceu com o projecto «M49», que se traduziu na 1ª geração do CITROËN BERLINGO. Este modelo pioneiro ajudou a definir os contornos de um novo conceito de veículo comercial, o qual se alastrou, de modo inevitável, a todo o segmento:

-          um veículo monocorpo;
-          uma excelente capacidade de carga e numerosos espaços de arrumação;
-          uma funcionalidade e modularidade inigualável, que lhe conferem uma elevada polivalência;

Tal infuenciou a totalidade do segmento, numa revolução que não só se iniciou com essa silhueta única do projeto «M49», modelo já de si desenvolvido para ir ao encontro das crescentes exigências dos profissionais em termos de eficiência e de robustez, como pelas evoluções que se seguiram («M59» e «B9»). Seguindo estas regras de base, cada sucessiva geração levou ainda mais longe este conceito, enriquecendo, sucessivamente, a definição de uma furgoneta moderna e continuamente melhorada em habitabilidade, conforto e modularidade, num crescendo de atracção e e capacidade práticas para as diferentes utilizações.

Ao longo de 20 anos foram estas as renovações do modelo:

-          1996 – Lançamento
-          2002 – 1ª nova geração
-          2008 – Novo modelo
-          2012 – Nova geração
-          2015 – Nova geração.

As estatísticas de vendas a uma escala internacional sublinham o carácter de sucesso do CITROËN BERLINGO, modelo que tem obtido uma invejável curva de vida, ilustrativa do seu sucesso ininterrupto desde 1996:

-          As vendas totais do modelo, ao longo destes 20 anos, ultrapassam já as 2.515.000 unidades.

     A NOVA GAMA BERLINGO EM PORTUGAL

CITROËN BERLINGO: Uma versão Comercial renovada, mais conectada e adaptada ao mercado nacional

Lançada no mercado em junho último, a nova geração do CITROËN Berlingo surgiu ainda mais capaz de dar resposta às mais variadas solicitações dos diferentes setores de atividade. Verdadeiro best seller em Portugal, apresentou-se com novas evoluções, conjugando:

-           2 silhuetas: L1 (volume útil de 3,3 até 3,7m3) e L2 (de 3,7 até 4,1m3), com superfície de carga otimizada, que permite o transporte de 2 europaletes, acesso inteligente e portas laterais largas/deslizantes ou portas traseiras assimétricas, com abertura a 180º, favorecendo a facilidade e a segurança das operações de carga; o transporte best-in-class de cargas longas (3 m no L1 e 3,25m no L2); a possibilidade de ampliar a capacidade de carga até 750 kg; lugar central da cabina totalmente desimpedido com a caixa de velocidades ETG6, entre outras;

-           4 motores diesel HDi (Euro 5) com consumos médios a partir dos 4,5 l/100 km e emissões de CO2 médias a partir dos 118 g/km (1.6 HDi 75 CVM, 1.6 HDi 90 CVM, 1.6 e-HDi 90 ETG6, 1.6 HDi 115 CVM);

-           1 versão 100% elétrica de 67 cv (200 Nm de 0 às 1500 rpm), que se impõe também como a referência entre os furgões elétricos; com uma autonomia de 170 km entre recargas e uma bateria de recarga automática nas fases de desaceleração/travagem (disponível em ambas as variantes L1 e L2, em 2 níveis de equipamento, BASE e CLUB);

-           3 níveis de equipamento – BASE, CLUB e CONFORT – adaptados a vários tipos de utilização, com grande polivalência, respondendo a um máximo de expectativas, nomeadamente pela cabina modulável Extenso®, que integra numerosas vantagens (3 pessoas na frente, banco lateral do passageiro escamoteável e com posição cinema, desenho rebatível do banco central assumindo a função de escritório móvel, volume suplementar de 7,5 litros disponível sob o assento do banco central fechada a cadeado, etc); 

-           Conectividade a bordo e novos equipamentos muito úteis no dia-a-dia dos profissionais, com destaque para o ecrã táctil a cores de 7’’ perfeitamente integrado (de série no nível 3), com Bluetooth, porta USB, entrada jack, reconhecimento vocal e função MirrorScreen para smartphones compatíveis; nos opcionais destaque para o Sistema de Navegação com ecrã táctil, a Ajuda ao Estacionamento Dianteiro, a Câmara de Visão Traseira e o Ar Condicionado Automático, entre outros.

     MANGUALDE, O BERÇO LUSO DO CITROËN BERLINGO

Acresce a este registo o orgulho de se tratar de um produto de concepção portuguesa, made in Mangualde. Trata-se de uma infraestrutura que começou a ser edificada em 1963 e que iniciou a produção em fevereiro do ano seguinte, tendo passado por ela um leque de modelos CITROËN referenciais. Juntou-se-lhes, a partir de 1996, o CITROËN BERLINGO, entretanto construído:

-          nas suas três gerações: «M49», «M59» e a actual «B9»,
-          num total de 415.000 unidades, ou seja, mais de metade do total das 793.000 viaturas CITROËN ali produzidas,
-          representando 34% de um volume total global de 1.208.000 viaturas fabricadas em Mangualde.

Exportando cerca de 91% da sua produção, realizada a uma média de 220 veículos produzidos por dia, o CPMG conta com uma estrutura humana de 730 efetivos, ali se prestando mais de 40.000 horas de formação. Em média nos últimos anos, o Grupo PSA Peugeot Citroën investe mais de 3 milhões de Euros na Fábrica de Mangualde e realiza 400 milhões de euros de facturação.

Acrescente-se a afetação ao Centro de Produção PSA de Mangualde, a partir de 2018, da produção da próxima geração de veículos comerciais ligeiros do segmento B-VCL (em partilha com a Fábrica PSA de Vigo), num projecto de investimento a realizar entre o presente ano e 2018, destinado à modernização e inovação dos processos produtivos, tornando este Centro de Produção ainda mais flexível e competitivo.

A produção da próxima geração de modelos é da maior importância para o tecido económico nacional, do qual o Grupo PSA é um actor principal, e tem associada uma ambição de aumentar o número de fornecedores nacionais da Fábrica de Mangualde.

Contribuindo activamente para o PIB nacional, com implicações directas no tecido empresarial e industrial da região, bem como do país, nomadamente ao nível do mercado automóvel, o CPMG está também profundamente comprometido com o desenvolvimento social e cultural da sua região.

Top